domingo, 23 de abril de 2017

Até quem me vê lendo jornal, na fila do pão, sabe que VOCÊ me encontrou!


Quando a gente se apaixona, a gente conta para todos os amigos. Quando a gente ama alguém, nós usamos a cor favorita da pessoa, nós agradamos ela, queremos falar com e sobre ela o dia inteiro para todo mundo, a gente escreve coisas, faz desenhos, se pega cantando músicas que nos lembre do sorriso, manias e momentos com quem a gente ama... Eu sempre quis isso, eu sempre quis ser invadida por esse sentimento de ser vulnerável a alguém. Um dia falando com minha amiga, Brenda, sobre isso, ela me disse algo que mudou minha cabeça: Deus só nos dá um relacionamento quando estamos maduros para isso, quando estamos em uma relação madura e estável com Ele. E eu quis isso, não porque se eu me aproximasse de Deus eu teria um namorado, NÃO! Mas porque a ideia de ter intimidade com Jesus me deixou muito animada.
Então eu fiz isso, tudo que idealizava em um relacionamento eu fiz: cantei músicas, falei com Ele todos os dias, fiz desenhos, dei o melhor de mim nas artes para homenagea-lo. Ele me incentiva a ser melhor, a ser como Ele, Jesus aposta nos meus sonhos, Ele me dá novos sonhos, Ele cuida de mim, não me deixa sozinha, me entende, me abraça diariamente com seu amor, me surpreende com sua bondade.
Já aconteceu coisas peculiares como borboletas pousarem na minha mão quando me distraio, o céu ter minhas cores favoritas, chuvinha de flores ao passar em baixo de um ipê. Teve até um dia que eu eu estava desenhando e pensei: "quando alguém me amar de verdade, vai me presentear com um girassol..." e quando sai com minha irmã pelo prédio, olho para o chão e tem um girassol lá , sem dono, sem nenhuma pista de como foi parar lá. Só estava. E eu me lembrei disso com muita emoção e o coração aquecido por tamanha atenção.
Eu sempre orei "Deus, me ensina a te amar mais" e agora eu sei que Ele está mudando meu coração para tal tarefa, Ele está me tornando mais parecida com Ele, a medida que nos aproximamos, Ele me ensina a conhecê-lo através da sua palavra e enxergá-lo no meu cotidiano, porque o que eu quero é isso: conhecê-lo e prosseguir em conhecer.
Só percebi isso um dia desses, lendo sobre Ele no onibus, quando me peguei sorrindo, olhando pela janela e pensando "me apaixonei por Jesus", virei para a senhora do meu lado e perguntei se ela acreditava em Deus, ela riu e disse que sim. "Ele cuida de nós, porque Ele nos ama", foi a única coisa que pude dizer sem chorar. Ela concordou, e sorriu. Soube que ela também estava apaixonada por Ele, e me senti feliz por saber que nós o amamos porque ELE nos amou primeiro, e nada do que eu fizer pode mudar isso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário